Coudelaria Quinta dos Cedros

 

 

A Coudelaria Quinta dos Cedros depois de alguns anos a implementar rigorosos critérios de selecção nas suas éguas reprodutoras, chegou a conclusão que a base do seu efectivo genético resulta do cruzamento Ufana (Duarte Rico) por Hostil (Júlio e Guilherme Borba)  x Rubi (Coudelaria Alter Real). 

 

Devido a um efectivo reduzido exclusivamente composto por este cruzamento conseguiu-se fixar as características genéticas pretendidas.

 

Querendo aumentar a produção com base nestas características genéticas fixadas, utilizou-se o método de transferência de embriões, através do qual cada égua pode aumentar a sua produção anual.

 

Dando continuidade aos nossos rigorosos critérios de selecção escolhemos o garanhão Distúrbio (Pedro Ferraz da Costa) para beneficiar o nosso efectivo actual composto pelas filhas que resultam do cruzamento  Rubi X Ufana.  

 

O principal objetivo a que nos propomos é a criação de cavalos funcionais, inseridos no padrão da raça, versáteis, com capacidades atléticas e aptidões para as modalidades a que o Cavalo Lusitano se destina, nomeadamente para a práctica da equitação de competição. 

GARANHÕES UTILIZADOS

Disturbio.JPG

ÉGUAS REPRODUTORAS

Ema dos Cedros_2.jpg

MACHOS

Marquês dos Cedros_Lusitano World_6.jpg

FÊMEAS

Impureza dos Cedros.jpg